ETAPAS E PROCESSOS

POÇOS ARTESIANOS

Inteligência, economia e sustentabilidade para o seu projeto!

Os materiais empregados na construção de um poço artesiano fazem toda a diferença no resultado desejado.

Por isso, tudo deve ser considerado no projeto: estrutura operacional, segurança, tecnologia, qualidade na construção e proteção ambiental.

Veja as etapas que envolvem a construção de um poço:

PERFURAÇÃO

O Grupo Geoeste realiza a perfuração de poços tubulares profundos, mais conhecidos como poços artesianos que, em sua grande maioria, têm a captação de água subterrânea ligada ao aquífero cristalino ou aquífero sedimentar.

REVESTIMENTO

Durante a perfuração, ao atingir a rocha cristalina ou sã, é necessária a confirmação de sua consistência para que a obra possa receber os tubos de revestimento, que são utilizados para isolar o aquífero freático, mais próximo da superfície e, por consequência, suscetível à influência do homem, como contaminações.

Nos casos em que a rocha não apresenta consistência ideal para receber os tubos de revestimento, pode haver necessidade de mais horas de confirmação de rocha para que o poço possa ser revestido com segurança. Nesta etapa, tanto a quantidade de tubos de revestimento quanto as horas de confirmação de rocha poderão sofrer alterações para mais do que o previsto no projeto inicial estimado no orçamento.

Essa etapa da confirmação de rocha é de suma importância para garantir ao poço qualidade e durabilidade.

O revestimento é feito com tubo galvanizado a fogo, com diâmetro de 6 polegadas e espessura de parede 4,75 mm. Outras possibilidades são os tubos de aço carbono norma DN 2440 e tubos de PVC especial para poços tubulares norma DN 4925. O objetivo, em todos os casos, é isolar a obra da camada superficial, evitando desmoronamento e possíveis contaminações.

TUBOS DE ISOLAÇÃO SANITÁRIA

A utilização desses tubos é necessária quando já há uma previsão no projeto inicial, para contenção de desmoronamento ou perda de fluido durante a fase de perfuração rotativa com o sistema de lama. Também são utilizados quando há necessidade de isolamento sanitário devido à proximidade da obra a fontes conhecidas de contaminação.

REABERTURA

É exigida todas as vezes que houver necessidade de utilização de Tubos de Isolamento Sanitário de maior diâmetro. Ou quando houver a instalação do revestimento com filtro e pré-filtro. Também quando ocorrerem fatores de ordem geológicas que impeçam a colocação de tubos de revestimento de 6 polegadas.

O procedimento também é executado nos casos em que, após a instalação do revestimento do poço na rocha sã, forem encontradas fraturas e/ou materiais inconsistentes, que podem promover o desmoronamento da parede do poço, impedindo a continuidade da perfuração ou até mesmo a utilização do poço. Desta forma, há necessidade de colocação de novos tubos de revestimento em local mais profundo.

DESENVOLVIMENTO DO POÇO

Esse procedimento é necessário em poços onde foram utilizados filtros e pré-filtros.

O serviço é executado através de bombeamento por compressor ou bomba submersa, com aplicação de produtos para retirada da lama que adentrou nas camadas sedimentares, promovendo a passagem de maior volume de água.

CIMENTAÇÃO E LAJE DE PROTEÇÃO

Quando concluídos os serviços de perfuração, realiza-se a cimentação do espaço anelar entre as paredes do poço e o tubo de revestimento e, na sequência, a laje de proteção sanitária, para um perfeito isolamento.

TESTE DE VERIFICAÇÃO DE VAZÃO

Teste que afere os valores hidrodinâmicos do poço (nível estático, dinâmico e vazão de exploração).

Com os dados da perfuração (profundidade e vazão estimada), a equipe técnica realiza o Teste de Vazão conforme as normas atuais da ABNT e padrão DAEE.

ANÁLISE DA ÁGUA

Durante o Teste de Vazão, é coletada uma amostra de água e enviada a um laboratório especializado para realização criteriosa de análise da potabilidade. A análise de água segue as especificações do Ministério da Saúde – Portaria 2914.

FILTROS E PRÉ-FILTROS

São aplicados nos projetos de rocha sedimentar e em casos em que forem detectados problemas com desmoronamento ou desprendimento de material sólido de fraturas. Neste último caso, faz-se necessária a reabertura do poço e a recolocação dos tubos de revestimento com filtros e pré-filtros.

EQUIPAMENTO DE BOMBEAMENTO SUBMERSO

A partir dos dados obtidos no Teste de Vazão e da necessidade de volume e armazenamento de água por parte do cliente, é possível dimensionar o projeto do sistema de bombeamento submerso.

Importante:

Vale ressaltar que o projeto inicial pode sofrer alterações, interferindo diretamente na execução da obra e, consequentemente, em seu custo. Fatores como profundidade, vazão, quantidade de revestimento e qualidade da água, diretamente ligados à geologia local, podem implicar alterações.

Etapas e Processos